Jardim Vertical: aposte nessa tendência para a sua casa


Postado em 2018-10-19 08:56:26



O jardim vertical é uma tendência muito em alta tanto pros interiores quanto para o lado de fora. Aqui tem tudo que você precisa saber para ter o seu!

Você olha pro seu jardim do lado de fora da sua casa e pensa “hmmm, como será que eu posso inovar?”. Será que se colocar umas tulipas ou uns girassóis vai dar certo? Bem, talvez, mas para fazer diferente mesmo a saída é bem simples: colocar as plantas pra cima com o jardim vertical.

 

A versatilidade do jardim vertical não tem precedentes. Ele é capaz de melhorar a qualidade do ar e a umidade da casa, embelezar os ambientes onde é inserido e ainda colocar sua casa entre as mais novas tendências de decoração.

 

Neste artigo, vamos falar um pouco mais sobre a beleza dos jardins verticais, explorar mais os seus usos e dar dicas sobre como construir um na sua casa. A gente promete: quando você chegar ao final, já vai estar procurando as melhores plantas e como criar a estrutura perfeita para elas na sua casa.

 

Vamos?

 

 

O que é considerado um jardim vertical?

 

Pense no que é um jardim. É um aglomerado de plantas de espécies diferentes ou até da mesma em um padrão de disposição voltado para a estética. Ufa! Passamos o momento de conceituação, então vamos pra prática: o que realmente é um jardim vertical que enche os olhos?

Unsplash

 

Bom, um jardim vertical é igual a um jardim, só que preso em uma parede. Ele pode ser tanto exterior como interior, mas a tendência que está em toda parte agora, na verdade, é levar o jardim para os ambientes externos. A graça está na justaposição: dois elementos diferentes coexistindo. Jardim é do lado de fora, e quando colocado dentro da casa, inova.

 

Mas um jardim vertical lindo não está relacionado só com pendurar plantas na parede. Na verdade, você precisa pensar em alguns outros elementos que vão contribuir para a sua beleza, como a estrutura, a variedade de plantas, as plantas ideais, o seu crescimento, etc.

 

Quando tudo isso está combinando e, principalmente, combinando com o seu estilo de design de interiores, perfeito: o seu jardim vertical é tão belo como só ele poderia ser!

 

Mas beleza não é tudo. O que mais o jardim vertical pode oferecer?

 

 

As qualidades do jardim vertical são inegáveis

 

O jardim vertical apresenta muitas qualidades além da sua beleza incrível. A versatilidade dessa nova maneira de fazer jardins é uma das suas maiores qualidades!

Unsplash

 

Primeiro há a economia de espaço. Para quem não tem espaço nenhum de quintal, como os moradores de apartamento, ter um jardim em casa seria completamente inviável. No máximo algumas plantas aqui e ali, mas um jardim mesmo, todo frondoso? Impossível. O jardim vertical faz acontecer.

 

Então a economia de espaço é a primeira qualidade do jardim vertical. A segunda com certeza é a renovação do ambiente da sua casa. Chega de sofrer com aquele inverno insuportável de seco. O jardim vertical, especialmente quando bem regado, traz de volta a umidade para a sua casa e torna o ar muito mais leve. Tudo parece menos abafado porque as plantas estão constantemente criando oxigênio à partir do CO2.

 

Então um ambiente mais confortável é a segunda qualidade do jardim vertical. A terceira, sem dúvidas, é a capacidade que as plantas têm de se integrar ao seu estilo de design de interiores.

 

Mas a integração de ambientes sendo a terceira posição não significa que ela é menos importante, ok? Na verdade, essa é a qualidade principal, que permite que o jardim vertical funcione bem tanto na área externa quando dentro de casa.

 

 

Como montar um jardim vertical?

 

Montar o jardim vertical não tem muito segredo, mas precisamos deixar claro que o trabalho não é pra qualquer um. Como você irá precisar perfurar paredes e ajustar medidas, talvez trabalhar com um decorador ou designer de interiores seja uma boa ideia. Eles também vão ter os contatos mais confiáveis para executar o serviço. Peça ajuda!

 

Ter um jardim vertical em casa passa por três etapas. Primeiro, você precisa da estrutura. Depois, do substrato adequado para que as plantas cresçam. Por fim, será necessário escolher as plantas certas para que elas não morram.

 

 

Passo 1 - Escolhendo a estrutura ideal

 

Primeiro, você precisa definir qual é a melhor estrutura para o montar o seu ambiente. Nós temos algumas recomendações a fazer.

 

O melhor para pendurar é optar por canais empilháveis em material resistente. Isso depende do seu estilo, é claro, mas essas canaletas permitem melhor aproveitamento do espaço. A Resimix oferece o exemplo perfeito na linha New Garden.

Perceba como o empilhamento resolve questões relacionadas ao espaço sem perder todo o seu charme. Esse jeito de preparar o jardim vertical é ótimo para apartamentos, e por formar uma coluna, também pode servir como divisórias entre espaços ou funcionar bem até fora da parede.

 

 

Passo 2 - Preparando o substrato

 

O substrato é o meio onde o seu jardim vertical vai florescer, mais conhecido como a boa e velha terra.

O ponto que muita gente ignora é que só não é só jogar terra no vaso, colocar a semente e pronto. Também não dá pra reutilizar o solo que vem nos vasos. Você precisa comprar um solo preparado ou adubá-lo você.

 

Comprar pronto é mais fácil, disso não há dúvidas. Mas se você quer colocar a mão na massa, é só misturar a com esterco, vendido praticamente em qualquer viveiro. Se você quiser ir ainda além na sustentabilidade, pode fazer a compostagem dos restos orgânicos da sua casa!

 

 

Passo 3 - Escolhendo as plantas ideais

 

Não é qualquer planta que dá pra colocar no jardim vertical e pronto. Se você vai plantar em áreas externas, sua maior preocupação deve ser o tamanho das plantas. Se do lado interno, também vai ter que se preocupar com plantas que se dão bem com pouca luz e pouco vento.

 

Nós temos recomendações bem mais completas no nosso artigo sobre plantas em casa, mas de qualquer forma, olha só as que separamos logo abaixo:

 

  • Jibóia: trepadeira média que fica linda quando começa a cair. Está super em alta nos jardins verticais!

 

  • Samambaias: Por que não o tradicional? Se quiser inovar, tente a samambaia marissa, mais densa e com galhos mais discretos. Uma graça!

 

  • Lavanda: Lindíssima, aguenta pouco sol e dá um cheiro maravilhoso para a casa.

 

  • Hypoestes: parecida com a jibóia, só que mais rasteira e de várias tonalidades.

 

  • Tomates, cebolinha, alho e tudo que vai na horta: por que não um jardim vertical que pode ser aproveitado na cozinha? Esse é mais recomendado para o lado de fora da casa.

 

 

Mas pode falar, deu vontade de montar um jardim vertical agora mesmo, não deu? Não te falei lá no começo do artigo? Pois é. Se surgiu o interesse, então não deixe de optar pela Resimix para fazer sua obra acontecer. O melhor acabamento está aqui, a qualidade é excepcional e o produto é único, completamente original. Sua casa merece só o melhor e o exclusivo.